Photo a Day: November

Oie! Quem acompanha o blog sabe que eu disse que esse final de ano foi super corrido. Então, para variar um pouco, o desafio de novembro ficou bem pobrinho. Eu até tentei tirar as fotos nos outros dias, mas de repente o mês acabou e eu não tirei metade das fotos que eu queria. Bom, de qualquer jeito, aqui está:

fmsnov

Os temas das fotos são Algo azul, Eu vi isso!, Tempo, Não posso viver sem, 8 horas e Me fez sorrir hoje, respectivamente.

Pelo visto o desafio de dezembro também não vai render muito, já que eu ainda não tirei nenhuma foto hehe. Mas quem sabe janeiro? Esperança é a última que morre hahaha, e seria bom terminar o desafio com chave de ouro (pelo menos eu acho que eu comecei em fevereiro né, fazendo assim janeiro o último mês).

Para acompanhar minhas outras fotos, me sigam no Instagram e no Twitter, com @carolhamano nos dois. Beijinhos!

Anúncios

Crítica: Wish I was here

Duração: 1 hora e 47 minutos
Direção: Zach Braff
Gênero: Comédia/Drama
Idioma original: Inglês americano
Sinopse: Aidan Bloom (Zach Braff) é um ator, pai e marido, que com 35 anos ainda sonha em encontrar sua identidade ou um propósito para sua vida. Aindan e a esposa sofrem financeiramente e a relação não melhora com o fato de que o sujeito passa boa parte do tempo sonhando em ser um grande e futurístico guerreiro espacial, um sonho seu desde pequeno.

Aidan é um ator, e sua carreira vai de mal a pior. Sofrendo com problemas financeiros, tudo parece desmoronar ao seu redor – seus filhos vão precisar estudar em casa (e ele terá que ensinar) e seu exigente pai está doente.
Cansado dessa vida, ele decide pegar seus dois filhos e o jarro de dinheiro dos xingamentos para uma “aula de campo” que vai abrir suas mente e mudar suas vidas.
É um filme bem bonitinho, desses tipo “Sessão da Tarde” que até dá vontade de sentar e assistir. Apesar de já ter um tempo que eu assisti o filme, lembro que gostei, mas achei que houve um desperdício de bons atores, como as pequenas aparições do Jim Parsons (Sheldon <3) e da Ashley Greene (Alice <3).
Em compensação, adorei a performance da Joey King, que interpreta uma menina que, apesar de tão nova, leva extremamente a sério a religião judaica.

Wishlist de Natal!

Olááá! Já estamos em dezembro (há alguns dias, na verdade hehe) e o pensamento predominante da época é: Natal! Apesar de eu não gostar de “finais de ano”, sempre gostei de Natal, da tradição de família, se arrumar, comer a ceia, amigo secreto, aquele negócio todo. E claro, presentes.

Como é Natal, a gente sempre fica com aqueles negócio de pedir alguma coisa mais elaborada (leia-se: cara, haha), então a wishlist de dezembro é um pouquinho diferente. Vou separar os itens de desejo em kits! Claro que aí vocês já percebem que vão ter mais do que “alguns” itens de desejo né, haha, mas vamos lá!

wishlistxmas

1) Kit Pride & Prejudice – Dvd e livro bilíngue!

2) Kit Harry Potter I – Livro das Criaturas de Harry Potter e coleção completa dos filmes!

3) Kit Carrie Diaries – Os Diários de Carrie e O Verão e a Cidade!

4) Kit Harry Potter II – Coleção completa dos livros e caneca!

5) Kit Taylor Swift – 1989 e A História Completa!

6) Kit Demi Lovato – Demi Deluxe e O Diário de Demi Lovato – Staying Strong!

Prontinho amigos, agora já estou recebendo os presentes em casa, ok? Hahaha!

E para terminar, vou deixar aqui meu recadinho que, apesar do post materialista ser temático, Natal não é só época para presentes, mas sim de união, paz e amor entre todos. E que se formos fazer isso sobre presentes, que sempre lembremos em primeiro lugar do maior ensinamento que Jesus, o espírito mais perfeito que já pisou na face da Terra, nos ensinou e vamos praticar a caridade e ajudar quem realmente precisa. Feliz Natal!

Crítica: Sex Tape – Perdido na Nuvem

Título original: Sex Tape
Duração: 1 hora e 35 minutos
Direção: Jake Kasdan
Gênero: Comédia
Idioma: Inglês americano
Sinopse: Um casal (Cameron Diaz e Jason Segel) vive um longo relacionamento que começa a esfriar. Para tentar esquentar as coisas, eles decidem se gravar fazendo sexo. Para desespero da dupla, a fita de sexo desaparece e eles se veem em uma série de confusões na procura pelo constrangedor objeto.

Interpretando um casal fofíssimo novamente (olá, Professora Sem Classe), Cameron Diaz e Jason Segel são um casal que vive aquele período do casamento em que tudo gira em função do trabalho e das crianças, sem tempo nenhum para apenas os dois.
É assim que, tentando reacender essa chama da juventude, Annie tem a “brilhante” ideia de fazer uma sex tape. E não uma sex tape comum – mas tentando encenar todas as posições de um livro gigante (e meio maluco, vamos combinar).
O problema é quando Annie pede para Jay apagar o tal vídeo e ele esquece. E porque ele demorou muito para apagar, um aplicativo salvou o vídeo na “nuvem”, que, pelo o que eu entendi (Apple não me representa hahaha – brincadeira gente) é tipo um lugar em que os arquivos são compartilhados em todos os aparelhos da Apple daquela conta ou daquela pessoa. Só que Jay costumava ter zilhões de iPads que ele distribuiu por aí quando ganhava outro. Resultado: a sex tape estava “perdida na nuvem” (há, sacou?) e disponível para todos que tivessem ganhado um iPad de Jay e Annie.
O desenrolar do filme, portanto, é a super aventura do casal tentando recuperar os aparelhos e evitar que seus conhecidos assistam ao vídeo, tudo do jeito mais engraçado possível – principalmente quando se trata do lindo-e-fofo Jason Segel (meu eterno Marshall <3).
Aliás, o filme todo é bem engraçado, mas eles fizeram bem e deixaram o melhor para o final. Aguardem e preparem-se para câimbras nas bochechas.

Featuring Demi Lovato!

demitrio

Oi gente! Faz muuuito tempo que eu não venho por aqui, não é? Esse final de ano foi beeem corrido para mim (e bem decepcionante também, but oh well) então não tive muito tempo de preparar e escrever os posts para você. Apesar de eu ter me programado para manter as férias corridas, ainda são férias, então aqui estou eu hehe.

Esse final de ano está sendo cheio de músicas novas, yay! Estou reciclando a minha playlist e achando espaço aonde não tem para colocar as músicas novas no meu celular hehe, mas não tem problema, porque é isso que eu amo. E já que estamos falando de música nova, eu não poderia deixar de falar a divíssima Demi Lovato!

Demi terminou 2014 abalando corações e colaborando não só com um, mas dois gatos! Ela empresta seus vocais para Avalanche, do segundo de estúdio de seu melhor amigo, Nick Jonas (e álbum homônimo), e para Up, do quarto álbum de estúdio de Olly Murs, o Never Been Better – que aliás, saiu o clipe hoje!

Lindos, não? Eu estou apaixonada pelas duas, mas confesso que Up roubou meu coração, principalmente depois desse clipe maravilindo. Quem mais começou a shippar Demi+Olly? Hahaha.

Wishlist de Novembro

Oi gente! Novembro voltamos com a programação normal de wishlists, apenas para mês que vem voltarmos com uma super lista para o Natal! Hehe. Preciso confessar que foi difícil escolher só 5 coisinhas para colocar aqui, mas decidi ir com alguns produtos que foram lançados recentemente e mais dois que estavam na minha cabeça para adicionar aos meus favoritos (é a minha wishlist da vida haha).

wishlistnov

1. Livro Orgulho e Preconceito – Edição BilíngueOrgulho e Preconceito é um dos livros/filmes preferidos meu e da minha mãe e ela sempre quis a edição com a capa do filme. Só que sempre que íamos ver para comprar, estava muito caro, então ficamos com uma edição mais simples mesmo hehe. Mas hoje achei essa edição baratinha e agora não vejo a hora de tê-la em mãos – e aproveitar para treinar meu inglês hehe.

2. 1898 DELUXE – Taylor SwiftDia 27 de outubro foi lançado o quinto álbum de estúdio da diva Taylor Swift e eu não poderia estar mais animada! Taylor finalmente se assumiu pop, deixando de lado as raízes country, com faixas como Shake it off, Clean e Blank Space (minha favorita, de longe). O álbum ainda vem com um envelopinho com 13 polaroids da cantora, cada uma com um trecho de cada música escrita nela. Essa versão deluxe ainda vem com mais três músicas extras e três músicas já presentes no álbum, mas nas versões que Taylor gravou em seu processo de composição.

3. Crônicas de BaneEu ainda nem completei a série original ainda, mas é impossível não ficar louca com essas edições extras das histórias da Cassandra Clare! Esse livro é repleto de crônicas sobre as aventuras do feiticeiro mais querido do Mundo das Sombras, Magnus Bane. E ainda teremos aparições dos personagens que já são nossos velhos conhecidos, como Clary e, óbvio, Alec.

4. Por uma vida mais doceFaz muito pouco tempo que comecei a acompanhar o canal dessa fofíssima, mas já sou fã. A Dani Noce é uma confeiteira de mão cheia e é a dona do blog/canal I Could Kill for Dessert, onde nos ensina receitas magníficas de doces que não são só gostosos, mas lindos de morrer. E agora ela lançou esse livro maravilhoso de capa dura para as melhores receitas do ICKFD ficarem ao alcance de nossas mãos. É ou não é pra fugir da dieta?

5. DVD Orgulho e PreconceitoTenho certeza que vocês estranharam quando viram a imagem e tinha duas capas iguais, certo? Mas esse é o dvd do filme, que é lindo, maravilhoso, tudo de bom e que te faz chorar. Para mim (e para minha mãe hehe) não importa quantas mil vezes eu já assisti, eu sempre vou querer de novo. E eu essa neurose que, se eu não tiver, nesse caso, o dvd em casa, pode ser que eu nunca mais consiga assistir, então eu preciso ter.

E aí, vocês já têm alguma dessas coisas dessa wishlist ou querem alguma coisa dela também? Me contem!
Mês que vem farei um esquema meio diferente na wishlist (de novo), então pode ser que vocês vejam coisas repetidas (de novo, hehe). Mas será para o Natal, então não tem problema! Beijo!

Crítica: Pássaro Branco na Nevasca

Título original: White bird in a blizzard
Duração: 1 hora e 31 minutos
Direção: Gregg Araki
Gênero: Drama/Suspense
Idioma original: Inglês americano
Sinopse: Eve Connors (Eva Green), mãe de Katrina (Shailene Woodley) abandona a família, deixando todos em estado de choque. Kat e seu pai tentam colocar a vida em dia, mas logo a jovem começa a ter sonhos perturbadores. Aos poucos, ela irá perceber que há uma verdade terrível por trás do desaparecimento da mãe.

Eve Connors era uma linda mulher que parecia ter tudo resolvido. Mas depois que ela se casa e tem Kat, sua filha, ela parece estar sempre amargurada, descontando em sua família. Até que um dia ela desaparece, sem deixar rastros.
Kat e seu pai tentam encontrá-la com a polícia, mas como nada parece ter resultado, eles seguem com a sua vida. Porém, sonhos perturbadores com a sua mãe não deixar de aterrorizar Kat durante a noite.
Shailene Woodley me surpreendeu nesse filme. Acho que não só eu, mas todos nós que seguimos os filmes atuais de Shailene, estávamos acostumados com a ingenuidade de suas personagens. Mas nesse filme, ela aparece como Kat, uma menina sensual e meio revoltada, nos surpreendendo com a intensidade que coloca na personagem – e com as cenas em que deixa seus seios a mostra também.
Pássaro Branco na Nevasca parece um suspense elaboradíssimo de acordo com o trailer e o início do próprio filme, mas depois começa a ficar previsível até jogarem todas as informações em cima do espectador no finalzinho do filme. Como vi – e esperava – que o filme tivesse uma reviravolta surpreendente e tudo o que mais que se espera de um bom filme de suspense, fiquei um pouco desapontada com a forma que a história se desenrolou no final, mas garanto que o motivo do desaparecimento de Eve Connors ainda vai deixá-lo surpreso.