Resenha: Simplesmente acontece, de Cecelia Ahern

Título: Simplesmente Acontece
Título Original: Love, Rosie
Autora: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Páginas: 448
Sinopse: Um encantador romance sobre dois amigos de infância com quem o destino parece brincar. De crianças travessas a adolescentes rebeldes, Rosie e Alex uniram-se como unha e carne, mas a família de Alex se muda e eles se separam. A mágica conexão entre os dois acompanha os altos e baixos da vida de cada um, mas nenhum deles sabe se sua amizade conseguira sobreviver a distância. Mal-entendidos, circunstancias e a mais absoluta má sorte os mantiveram separados. Mas quando se virem diante da última oportunidade, apostarão tudo em nome do verdadeiro amor?

Em primeiro lugar, preciso dizer: um dos livros mais fofinhos que já li! Não sei se era porque eu estava desesperadamente louca para ler este livro, já que eu vi o trailer do filme antes e fiquei (ainda estou) morrendo de vontade de assistir. E apesar de os dois serem bem diferentes (pelo que eu vi nos trailers liberados), o livro ainda me conquistou.
Simplesmente Acontece conta a história de Alex e Rosie, dois melhores amigos de infância que se veem separados quando a família de Alex decide se mudar da Irlanda para os Estados Unidos. Mas nem a distância pode separar os dois amigos, já que os dois continuam se comunicando através de cartas e e-mails – e o legal: o livro todo é contada através dessas cartas e e-mais (e bilhetes, cartões, recados, etc etc)!
A gente acompanha o crescimento dos protagonistas através da história, desde a infância até a vida adulta, surtando a cada vez que o destino parece brincar com o relacionamento de Alex e Rosie, pregando peças no casal, já que Rosie se descobre perdidamente apaixonada pelo seu melhor amigo que vive a milhares de quilômetros dela.
Se você gosta do tipo de livro que você quer saber mais e mais sobre o que está por vir, este é um deles. A história hipnotiza o leitor do começo ao fim, sempre atiçando-o a saber o destino final de Rosie e Alex. Simplesmente Acontece recebeu meu selo de aprovação! Haha.

Love, Rosie – opa, Carol. 😛

Anúncios

Resenha: Belo Casamento, de Jamie McGuire {SPOILER ALERT!}

Título original: A Beautiful Wedding
Autor: Jamie McGuire
Número de páginas: 123
Editora: Verus Editora
Sinopse: A louca e viciante história de amor de Travis e Abby foi narrada por ela em Belo desastre e por ele em Desastre iminente. Como num conto de fadas moderno, sabemos que eles se casaram e foram felizes para sempre… mas quanto realmente conhecemos dessa história?
Por que Abby fez o pedido de casamento? Que confidências eles trocaram antes da cerimônia?Onde passaram a noite de núpcias? Quem sabia que eles iam se casar e guardou segredo?
Todos os detalhes sobre o casamento de Travis e Abby eram secretos… até agora. Os fãs do casal mais quente da literatura terão todas as suas perguntas respondidas nesta história vertiginosa sobre o dia (e a noite…) do casamento de Travis e Abby e o melhor, contada pelo ponto de vista dos dois!

Se você, assim como eu, leu os primeiros dois livros da trilogia e ficou desapontada com quão pouco a autora descreve o casamento de Abby e Travis, anime-se! Ganhamos um livro todinho para nos contar sobre aquela noite!
É um livro bem curtinho (infelizmente), então não dá pra entender direito porque não fizeram apenas um capítulo a mais nos outros livros, mas é legal ter um gostinho a mais dentro da vida do casal protagonista da trilogia Belo Desastre.
O livro narra a noite em que Travis e Abby chegam a badalada Las Vegas para se casarem. Só que, devido a acontecimentos que precederam aquela noite, o que era para ser uma noite feliz, foi também uma noite de preocupações e inseguranças. Mas nada que trocar alianças com o amor da sua vida não resolva, né?
Belo Casamento é contado pelo ponto de vista de ambos Travis e Abby, nos dando novamente aquela visão privilegiada dos dois lados do pedaço mais importante da história de amor deste casal tão fofo – que acontece duas vezes! Mas isso vocês terão que ler para entender…

Resenha: Desastre Iminente, de Jamie McGuire

Título original: Walking Disaster
Autor: Jamie McGuire
Número de páginas: 405
Editora: Verus Editora
Sinopse: Toda história tem dois lados. Em Belo Desastre, Abby disse o que pensava. Agora chegou a hora de conhecer os fatos pelos olhos de Travis.
Travis perdeu a mãe muito cedo, mas, antes de morrer, ela lhe ensinou duas regras de vida: ame muito, lute mais ainda.
Tendo crescido em uma família de homens que gostam de jogos e lutas, Travis Maddox é um cara durão. Musculoso e tatuado, bad boy até o último fio de cabelo, ele leva uma mulher diferente para casa a cada noite. Até conhecer Abby Abernathy…
Determinada a se manter longe de problemas, Abby resiste com todas as forças ao charme de Travis, sem saber que assim só o deixa mais determinado a conquistá-la. Será que o invencível Travis “Cachorro Louco” Maddox vai ser derrotado por uma garota?

Se você já leu Belo Desastre e acha que já sabe tudo sobre a história de Abby e Travis, deixe eu te contar: você está errado. Porque eu também comecei Desastre Iminente desanimada – afinal, são as mesmas coisas apenas por um ponto de vista diferente. Mas não é bem assim.
Então, sim, Desastre Iminente é o período contado em Belo Desastre, mas agora quem conta o que acontece é o Travis Maddox. Apesar do começo sentimental, este livro é contado de um modo mais “bruto”, vamos dizer assim, com mais palavrões, e de um modo mais sexy também.
É neste livro que descobrimos o motivo de algumas ações do nosso protagonista masculino e as coisas que passavam por sua mente, toda a luta que ele trava contra si mesmo. E tudo isso só faz com que fiquemos cada vez mais apaixonada pelo Travis Maddox (que de “Cachorro Louco” não tem nada).
Então, apesar de parecer que é a mesma história por um diferente ponto de vista, é isso que nos faz enxergar o que acontece no enredo com uma visão diferente, mais clara. É totalmente essencial para a trilogia e vale totalmente a pena. Garanto que você não conseguir largar!

Wishlist de Natal!

Olááá! Já estamos em dezembro (há alguns dias, na verdade hehe) e o pensamento predominante da época é: Natal! Apesar de eu não gostar de “finais de ano”, sempre gostei de Natal, da tradição de família, se arrumar, comer a ceia, amigo secreto, aquele negócio todo. E claro, presentes.

Como é Natal, a gente sempre fica com aqueles negócio de pedir alguma coisa mais elaborada (leia-se: cara, haha), então a wishlist de dezembro é um pouquinho diferente. Vou separar os itens de desejo em kits! Claro que aí vocês já percebem que vão ter mais do que “alguns” itens de desejo né, haha, mas vamos lá!

wishlistxmas

1) Kit Pride & Prejudice – Dvd e livro bilíngue!

2) Kit Harry Potter I – Livro das Criaturas de Harry Potter e coleção completa dos filmes!

3) Kit Carrie Diaries – Os Diários de Carrie e O Verão e a Cidade!

4) Kit Harry Potter II – Coleção completa dos livros e caneca!

5) Kit Taylor Swift – 1989 e A História Completa!

6) Kit Demi Lovato – Demi Deluxe e O Diário de Demi Lovato – Staying Strong!

Prontinho amigos, agora já estou recebendo os presentes em casa, ok? Hahaha!

E para terminar, vou deixar aqui meu recadinho que, apesar do post materialista ser temático, Natal não é só época para presentes, mas sim de união, paz e amor entre todos. E que se formos fazer isso sobre presentes, que sempre lembremos em primeiro lugar do maior ensinamento que Jesus, o espírito mais perfeito que já pisou na face da Terra, nos ensinou e vamos praticar a caridade e ajudar quem realmente precisa. Feliz Natal!

Wishlist de Novembro

Oi gente! Novembro voltamos com a programação normal de wishlists, apenas para mês que vem voltarmos com uma super lista para o Natal! Hehe. Preciso confessar que foi difícil escolher só 5 coisinhas para colocar aqui, mas decidi ir com alguns produtos que foram lançados recentemente e mais dois que estavam na minha cabeça para adicionar aos meus favoritos (é a minha wishlist da vida haha).

wishlistnov

1. Livro Orgulho e Preconceito – Edição BilíngueOrgulho e Preconceito é um dos livros/filmes preferidos meu e da minha mãe e ela sempre quis a edição com a capa do filme. Só que sempre que íamos ver para comprar, estava muito caro, então ficamos com uma edição mais simples mesmo hehe. Mas hoje achei essa edição baratinha e agora não vejo a hora de tê-la em mãos – e aproveitar para treinar meu inglês hehe.

2. 1898 DELUXE – Taylor SwiftDia 27 de outubro foi lançado o quinto álbum de estúdio da diva Taylor Swift e eu não poderia estar mais animada! Taylor finalmente se assumiu pop, deixando de lado as raízes country, com faixas como Shake it off, Clean e Blank Space (minha favorita, de longe). O álbum ainda vem com um envelopinho com 13 polaroids da cantora, cada uma com um trecho de cada música escrita nela. Essa versão deluxe ainda vem com mais três músicas extras e três músicas já presentes no álbum, mas nas versões que Taylor gravou em seu processo de composição.

3. Crônicas de BaneEu ainda nem completei a série original ainda, mas é impossível não ficar louca com essas edições extras das histórias da Cassandra Clare! Esse livro é repleto de crônicas sobre as aventuras do feiticeiro mais querido do Mundo das Sombras, Magnus Bane. E ainda teremos aparições dos personagens que já são nossos velhos conhecidos, como Clary e, óbvio, Alec.

4. Por uma vida mais doceFaz muito pouco tempo que comecei a acompanhar o canal dessa fofíssima, mas já sou fã. A Dani Noce é uma confeiteira de mão cheia e é a dona do blog/canal I Could Kill for Dessert, onde nos ensina receitas magníficas de doces que não são só gostosos, mas lindos de morrer. E agora ela lançou esse livro maravilhoso de capa dura para as melhores receitas do ICKFD ficarem ao alcance de nossas mãos. É ou não é pra fugir da dieta?

5. DVD Orgulho e PreconceitoTenho certeza que vocês estranharam quando viram a imagem e tinha duas capas iguais, certo? Mas esse é o dvd do filme, que é lindo, maravilhoso, tudo de bom e que te faz chorar. Para mim (e para minha mãe hehe) não importa quantas mil vezes eu já assisti, eu sempre vou querer de novo. E eu essa neurose que, se eu não tiver, nesse caso, o dvd em casa, pode ser que eu nunca mais consiga assistir, então eu preciso ter.

E aí, vocês já têm alguma dessas coisas dessa wishlist ou querem alguma coisa dela também? Me contem!
Mês que vem farei um esquema meio diferente na wishlist (de novo), então pode ser que vocês vejam coisas repetidas (de novo, hehe). Mas será para o Natal, então não tem problema! Beijo!

Resenha: A última música, Nicholas Sparks

Título original: The Last Song
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 400
Sinopse: Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virada de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciaram e seu pai decide ir morar na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor para os filhos passarem as férias de verão com ele na Carolina do Norte. O pai de Ronnie, ex-pianista, vive uma vida tranquila na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação dele e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida. Uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão – o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão – A ULTIMA MÚSICA demonstra, como só Nicholas Sparks consegue, as várias maneiras que o amor é capaz de partir e curar seu coração.

Ronnie e Jonah vão passar as férias de verão com seu pai, Steve, na Carolina do Norte. Enquanto Jonah está super animado, Ronnie não está nada feliz com essa história. Preferia muito mais ficar em Nova York, com seus amigos, do que no fim do mundo com um pai que a abandonara e com quem ela parara de falar há três anos.
Já na Carolina do Norte, Ronnie começa a andar com Blaze, uma menina meio revoltada que infelizmente resolveu se envolver com o cara errado – Marcus, um cara perigoso que infelizmente decide que Ronnie será sua próxima presa.
Em contraste com as coisas erradas que estão acontecendo na vida dela, aparece Will, um cara lindo e educado que também se interessa por ela. É graças a Will que Ronnie começa a baixar a guarda, chegando até a reconstruir o relacionamento com o pai – que, mesmo que ela ainda não saiba, precisa muito da sua ajuda e do seu amor.
A Última Música é um livro que fala de muita coisa ao mesmo tempo (primeiro amor, relacionamento entre pais e filhos, amizade…), mas não fica sobrecarregado e a história flui naturalmente de um modo lindo e emocionante. Seguindo o padrão Nicholas Sparks, nem tudo são flores, então podem preparar a caixinha de lenços quando pegarem esse livro para ler.
Vocês não ficarão surpresos por eu dizer que é um livro lindo, emocionante e que vale muito a pena. Porém eu não diria que eu vou ler ele de novo tão cedo, porque eu achei A Última Música bem triste, mais do que o esperado para os livros desse autor.

Resenha: Um homem de sorte, Nicholas Sparks

Título: Um homem de sorte
Título original: The lucky one
Autor: Nicholas Sparks
Número de páginas: 352
Editora: Novo Conceito
Sinopse: “Amar não significa estar junto, mas sim querer ver a pessoa feliz , mesmo que isso custe a sua felicidade.” Logan é um jovem que esteve no Iraque com as forças dos Estados Unidos. Em um dia de treinamento ele encontra, no meio do deserto, uma foto de uma garota loira e linda. De início ele coloca aquela foto no mural para que o dono a encontre novamente. Mas passa algum tempo e ninguém a tira de lá, então, ele resolve tira-la de lá e guarda-la com ele. Após sobreviver a vários atentados e bombas e após vários jogos ganhos, Victor, seu amigo e também fuzileiro, tenta convencê-lo de que essa sorte sem tamanho tem vindo daquela foto. Ele era um homem de sorte graças àquela garota, graças àquela foto.

Resenha: Logan Thibault é um fuzileiro naval que tirou a sorte grande. Após encontrar perdida no deserto uma foto de uma garota, as coisas pareciam sempre acontecer ao seu redor, mas nunca com ele. A fotografia virou seu amuleto da sorte e, por insistência de seu amigo Victor, que serviu ao seu lado no Iraque, decide ir atrás da tal garota da foto quando volta para casa para agradecê-la.
Somente com Zeus, seu pastor alemão e fiel escudeiro para fazer companhia, Thibault atravessa o país a pé do Colorado até a Carolina do Norte, tendo como referência apenas uma feira de faculdade que acontecia no fundo da foto e uma inicial: “E”.
A tal garota da foto é Elizabeth, ou simplesmente Beth. Linda, se encontra nas garras de seu ex-marido Keith, que por ser da família mais influente da cidade, vive ameaçando Beth de tomar a guarda do filho Ben, de 10 anos. Ela ainda ajuda sua Nana a cuidar do canil que administra enquanto esta se recupera de um derrame.
Quando Thibault finalmente a encontra, não consegue dizer o real motivo de estar ali. Ao invés disso, começa a trabalhar do canil e se aproxima de Beth, tentando encontrar o sentimento de missão cumprida. Mas no fundo sabe que apenas encontrar Beth não era a sua missão depois que chegasse ali.
Nicholas Sparks escreve uma história bem apresentada e nos traz um lindo romance em Um Homem de Sorte. Confesso que não tinha muita vontade de ler esse livro depois que vi o filme (por favor, NUNCA julguem um livro pelo seu filme), mas ainda bem que eu li.
O filme não faz justiça a leitura leve e ao mesmo tempo emocionante do livro. Há várias coisinhas diferentes que, para alguns talvez não faça muita diferença, mas que para mim teve toda a importância e que até deixaram o livro mais emocionante.
Um Homem de Sorte é um romance lindo com uma história bem amarrada e um final desesperador. Não posso garantir que você não deixe escapar algumas lágrimas ao terminar – eu deixei.